Visto de fora, o maratonista e o freelancer têm sempre imenso encanto

Estabelecer-se como freelancer ou como empresário é participar numa ultramaratona como a Self-Transcendence 3,100 Mile Race, realizada em Nova Iorque e que é considerada a corrida mais longa do mundo com 4.489 km. Durante 52 dias seguidos os atletas têm de correr 96 km diariamente — e têm um máximo de 18 horas para completar essa distância. Sim, leu bem, correm por dia o equivalente a duas maratonas convencionais. É uma corrida tão longa que os atletas chegam a gastar até 20 pares de ténis.

E o prémio? Não, não é um chorudo cheque nem uma qualquer taça dourada brilhante. Segundo a Wikipedia, ganham uma t-shirt, um DVD ou um troféu simbólico.

Nesta altura já deve estar a pensar consigo: «Sério, mais um texto que compara a vida de freelancer ou empresário com a de um maratonista? Mas esta gente não encontra melhores metáforas? Cadê a criatividade?» Calma, não feche já o browser Fique comigo até ao fim, por favor.

Sim, eu reconheço que a metáfora já está gasta e é pouco original. Mas o que desejo provar é que o paralelismo entre a vida de freelancer e a de maratonista vai muito mais além da persistência, disciplina, força de vontade ou resiliência.

Visto de fora, o maratonista e o freelancer têm sempre imenso encanto

Se pesquisar no Instagram por #marathontraining verá como a grande maioria das quase 5 milhões de publicações são pessoas alegres, sorridentes, com um ar saudável e satisfeito. Encontrar alguma fotografia de alguém que mostre sinais de fadiga, cansaço ou sofrimento é como procurar uma agulha num palheiro. Em algumas fotos nem se vêm marcas de suor.

Se mudarmos de rede social e começarmos a ler o que muito se publica no Linkedin, verificamos o mesmo tipo de discurso. Ditos empreendedores e freelancers de sucesso contam histórias de encantar de como alcançam o sucesso, como os seus clientes são todos óptimos e os seus projectos um êxito!

Ora estas aparências virtuais são descabidas e irrealistas. Basta olhar o ar sofrido da Rosa Mota quando foi a vencedora da maratona dos Jogos Olímpicos de 1988. Está sorridente? Sem dúvida, afinal venceu uma as provas mais duras. Mas no seu rosto está bem estampado o cansaço, o esforço, o suor do trabalho e o desgaste físico. E esta é que é a realidade do maratonista e do freelancer.

William Sichel, um britânico que tem vários recordes mundiais em ultramaratonas, afirmou após completar os 4.489Km que teve de recorrer a toda a sua força física e mental, e que esteve quase à beira de um colapso. E tantas vezes este é o estado de espírito do freelancer depois de completar um projecto, de lidar com um cliente difícil de agradar ou de olhar para a sua agenda e perceber que as horas e os dias não chegam para todas as obrigações.

Para se vencer na carreira de freelancer é preciso treino

Bem-estar físico e mental: estar física e mentalmente saudável é fundamental para gerir o seu negócio como freelancer. Cuide da sua saúde pois ela é um reflexo do seu negócio. Há pouco tempo dizia-me um amigo freelancer: «Eu não posso estar doente, pois mais ninguém vai fazer o meu trabalho. Uma simples constipação ou um dia com febre vai obrigar-me a trabalhar muito mais nos dias seguintes para conseguir cumprir os prazos e as obrigações».

Treine para a eficiência: pense em trabalhar melhor e não em trabalhar mais. Ajuste o seu preço para ganhar mais em cada projecto que executa. Especialize-se e torne-se muito bom naquilo que faz. Saiba dizer não a projectos de pouco valor.

Use o seu tempo de forma eficaz: pense na sua gestão do tempo e como pode aproveitar ao máximo o seu dia de trabalho. Como freelancer, saber gerir o seu tempo é fundamental para o sucesso do seu negócio; por isso, não desperdice horas em tarefas menores ou que consumam o seu tempo e energia.

Treine para ser o freelancer que quer ser no futuro: escolha o tipo de projectos que deseja realizar e o tipo de cliente com que deseja trabalhar. Pode não parecer uma prioridade quando se está a começar e se necessita de trabalho urgente, mas com o tempo estas escolhas trarão benefícios; por isso faça já as suas escolhas e comece de imediato a construir a sua carreira e reputação.

Não se iluda: trabalhar como freelancer é duro e nem todos os projectos são um êxito. Não se sinta diminuído por achar que não consegue ter o sucesso que outros mostram nas redes sociais. Essas imagens são apenas um pixel de uma fotografia ultra-HD. Ok, demasiado nerd? Eu explico: uma imagem ultra-HD é constituída por 8 294 400 pixels ou pontos. O que muitas vezes vemos é apenas um ponto e não a imagem completa.